search instagram arrow-down

Editorial

Douglas Mota

O caminho para o desenvolvimento econômico e social, com geração de emprego, renda e redução das desigualdades passa pelo fortalecimento da autoestima coletiva da Baixada Fluminense. Essa foi a constatação após a entrevista que fizemos com o economista Henrique Rabelo, especialista na economia do Grande Rio.

Curiosamente, foi com esse norte que, há dez anos, a publicitária Patrícia de Paula criou o concurso Miss Baixada, com representantes de todos os 13 municípios. Na época, tinha ocorrido aqui a maior chacina da história do Rio de Janeiro, e acontecimentos positivos ligados à região rareavam no noticiário e, sobretudo, na mentalidade popular.

Parte de propósito da BaixadaZine também é melhorar a imagem que a Baixada tem de si mesma. Mas passamos longe de promover alguma visão ufanista e desprovida de crítica. Entender-se é o primeiro passo para corrigir nossas próprias falhas. Também é bom destacar o lado positivo para criarmos esperança. E a arte é uma ferramenta bem útil para esse fim.

Uma vez, no Ensino Médio, co-criei um projeto de divulgação literária: o Jovens Escritores. Num primeiro momento, o foco se restringia aos talentos da escola. Mas, anos depois, adolescentes do Brasil inteiro descobriram o formulário de participação e passaram a enviar seus textos. De tempos em tempos, encontrava dezenas que chegavam a um e-mail antigo. Um dos responsáveis pelo blog foi o meu amigo Dany Vigné, que participa desta edição com a poesia “Trabalho sujo”.

Completam o time de poetas o escritor Marcelo Ruas, que conhecemos na segunda edição da Feira Literária da Baixada (FLIB), evento organizado pela nativa Editora Litere-se em Queimados. Ele, que escreveu “Engessado”, lançou há pouco o livro “As Vagas Gigantes”. Robertha Oliveira traz leveza para esta edição com “A última vez”, retirado de seu projeto de poesia Libersia.

Já o conto desta edição, “Folia de Reis”, foi escrito por um dos maiores agentes culturais da Baixada, o Rafael Diamante. Vocês, leitores, lerão muito sobre seus projetos nas próximas edições. A capa e a galeria de fotos ficam por conta da Luh, do @olhardabaixada, uma das iniciativas de fotografia documental mais bem feitas da região.

Lembrando que os nossos canais de comunicação continuam abertos, inclusive contribuições artísticas, seja pelas redes sociais, seja pelo e-mail baixadazine@gmail.com.

Boa leitura!

Índice

2. Poesia: “Trabalho sujo”, de Dany Vigné

3. Galeria: Olhar da Baixada – fotografia

4. Poesia: “A última vez”, de Robertha Oliveira

5. Reportagem: Concurso Miss Baixada Fluminense 2017 reuniu representantes das 13 cidades e lotou quadra da Beija-Flor, em Nilópolis

6. Poesia: “Engessado”, de Marcelo Bragança Rua

7. Entrevista: Henrique Rabelo, economista: “É preciso ‘produzir cidade’ na Baixada”

8. Conto: “Folia de Reis”, de Rafael Diamante

9. Expediente

Navegue pela revista por meio das páginas abaixo ☟

This entry was posted in Revista.
%d blogueiros gostam disto: